Conheça o ‘Tony Stark’ (Homem de Ferro) do mundo real

Existe um ditado que dize que “A diferença entre homens e meninos, é o preço de seus brinquedos” (em inglês soa melhor), mas é verdade, e o ápice desta frase reside em uma personagem ficcional: Tony Stark, o Homem de Ferro.

Mas se eu te dissesse que, guardadas as devidas proporções entre o que é possível no mundo real e o que é possível na ficção existe um cara chamado Elon Musk, que pode ser considerado o “Tony Stark” do mundo real?

Elon Musk, em participação especial no filme Homem de Ferro 2

Elon Musk é o cara de terno branco, a direita na foto, um sul-africano de 44 anos, hoje
radicado nos EUA, aqui em participação especial no filme Homem de Ferro 2

Você pode nunca ter ouvido falar dele, mas certamente já escutou falar do Paypal, empresa da qual ele era o maior acionista individual e foi vendida ao eBay em 2002 por US$1,5 bilhões de dólares. Talvez você já tenha ouvido falar da Tesla Motors, a mais bem sucedida empresa de carros elétricos, ou da SpaceX, a mais bem sucedida empresa privada de vôos espaciais…

Tesla S, um belíssimo modelo vendido pela empresa de Musk

Tesla S, um belíssimo modelo vendido pela empresa de Musk

Sim sim, ele fabrica carros, elétricos, e foguetes!

A capsula Dragon, sendo apresentada por Musk

A capsula Dragon, sendo apresentada por Musk

Mas por incrível que pareça, não fica só nisso.

Musk é o maior acionista também da SolarCity, empresa que ele financiou e da qual é co-fundador, e que é a segunda maior fornecedora de equipamentos para energia solar nos EUA.

Está achando pouco? A Tesla criou um sistema de baterias para uso doméstico, que recarrega durante as horas do dia em que o preço da energia é mais baixo, e abastece a residência naquelas horas em que este custo é mais alto. Fantástico, não?

Solar City

A SolarCity é a segunda maior fornecedora de produtos para energia solar nos EUA.

Não, não acabou ainda.

Em 2013 Musk revelou sua intenção de criar um sistema de transporte que ligando Los Angeles a São Francisco, uma distância de aproximadamente 560km, que permitiria às pessoas irem de uma cidade à outra em apenas 35 minutos!

É menos tempo que o de uma viagem de avião.

Chamado ‘Hyperloop’, vagonetes transitariam dentro de tubos lacrados e em ‘vácuo parcial’, ou seja, com pouquíssimo ar dentro deles o que tornaria mais eficiente qualquer sistema de propulsão, permitindo que sejam atingidas velocidades de até 1300 km/h.

Entendendo o Hyperlook

Idealizado pelo próprio Musk, e revelado pela primeira vez em 2012, o sistema nunca foi testado na prática. Um protótipo de 8km será construído, muito provavelmente no estado do Texas, tanto como prova de conceito, quanto para que fornecedores possam conhecer e criar vagonetes para uso.

Mas nada diz tanto sobre o quanto este cara sonha alto, quanto o fato de que dia desses ele apresentou um plano para usar bombas nucleares pulsantes, como um segundo sol, em Marte, para tornar a temperatura do planeta mais adequada para humanos…

Em uma semana que falou-se tanto de ‘De Volta Para o Futuro’, é bacana conhecermos homens que constroem o nosso futuro!

É capaz de conseguir!

É capaz de conseguir!

05-telefone

Dez celulares que fizeram sucesso antes do iPhone

Não importa quanto você desgoste da Apple, ou seja Androidaníaco (como eu), ninguém pode deixar de reconhecer que o iPhone foi um marco na indústria de telefonia celular, que foi por ele redefinida à sua imagem e semelhança, só perdendo para a própria criação da telefonia celular.

Mais que moldar a indústria, o iPhone e seus métodos de uso, tiveram uma influência brutal em nossa sociedade atual. Mas isto é conversa para oura hora.

O fato é que antes do iPhone, existiram aparelhos que foram dignos de nota, mas apesar de estarem apenas há dez, doze anos no passado, até parecem ter cinquenta anos de idade…

Fique com a lista de dez aparelhos que fizeram sucesso antes do iPhone!

Nokia N90 – 2005

O Nokia N90 foi um dos primeiros da série N, que teve seu ápice no 95, a se transformar em objeto de desejo, seu grande atrativo era seu conjunto óptico com uma câmera de 2mp, capaz de filmar em resoluções de 320×254 pixels (para comparar, o Formato HD é de 1280×720 pixels).

Era um tijolinho, todo dobrado, ele tinha 24mm de espessura. A tela e a câmera tinham movimento de rotação, para dar mais suporte para filmagens. Ele era considerado um Smartphone e rodava o Symbian 8.1.
01-telefone

Sony Ericsson K750 – 2005

O K750 foi o ápice dos aparelhos Sony na primeira geração e celulares com boas câmeras, ele trazia inclusive elementos que se viam em algumas Cybershots, como a tampa deslizante da lente. E o telefone fazia mesmo boas fotos, tanto é que em eventos promocionais, fotógrafos profissionais eram convidados a utilizar o aparelho para fazer fotos, que depois seriam publicadas em revistas.
02-telefone

Nokia 6300 – 2007

Em seu tempo, o acabamento deste smartphone Symbian era um primor. Todo em aço inox, tinha apensa 11,7mm de espessura, o que o tornava extremamente portátil, para um smartphone.
03-telefone

Nokia 8910i – 2003

O 8910i trazia um mecanismo de flip bem parecido com o 7710, que ficou famoso ao ser utilizado pela personagem Neo (Keanu Reeves), no filme Matrix, mas era bem mais compacto e tinha um visor colorido. Hoje pode parecer um trambolho, mas no passado, teve seu charme!
04-telefone

Motorola RAZR V3 – 2004

Este foi o primeiro renascimento da Motorola, que havia perdido o passo e a liderança do mercado, quando chegou a onda da miniaturização. Sim, até a chegada do iPhone, quanto menor o telefone, mais sucesso fazia.

O V3 conseguia ser EXTREMAMENTE compacto, e ao mesmo tempo ter teclas de bom tamanho, seu sucesso pode ser medido pelo fato de que, com 110 milhões de unidades comercializadas, ele ser o quarto telefone mais vendido da história.
05-telefone

Motorola E398 – 2004

O mercado que vemos hoje, com telefones sendo amplamente utilizados como aparelhos de áudio começou muito timidamente na primeira metade dos anos 2000, o E398 da Motorola tinha foco neste mercado. Ele tinha autofalantes estéreos, era barato, mas tinha um problema seríssimo, caso você ouvisse música, a bateria ia embora ligeirinho…
06-telefone

Siemens SX1 – 2003

Este foi o primeiro smartphone da Siemens, e seu design, digamos, exótico, também fez dele um objeto de desejo. Lembre-se em 2003 o cenário era BEM diferente do que temos hoje.
07-telefone

Samsung D500 – 2005

O D500 da Samsung foi um dos primeiros aparelhos da coreana a fazer sucesso de verdade. Entre os acessórios do aparelho, um dos que fazia mais sucesso era o Soundmate, um mini-vivavoz que podia ser utilizado tanto para falar, quanto como caixa externa de som (ele reproduzia MP3).
08-telefone

Ericsson P910 – 2004

Era um monstro de grande, mas não se assuste, bem antes da chegada dos smartphones existia algo chamado PDA (do inglês, Assistente Pessoal Digital), que era basicamente um computador de mão extremamente limitado, e eles eram grandes. O P910, tinha quase o mesmo tamanho, mas com a vantagem de ser um smartphone, e ter um teclado físico.

Era sonho de consumo de muita gente, inclusive deste que vos escreve.
09-telefone

Nokia 1100 e 1110

Cada um deles vendeu absurdas 250 milhões de unidades, e são disparados os telefones mais vendidos da história. Lançados respectivamente em 2003 e 2005, eles eram muito semelhantes fisicamente, e, visando principalmente o mercado dos países em desenvolvimento, era muito baratos.

E quase indestrutíveis!
10-telefone


Por Gilberto Soares Filho,
consultor de TI, programador,
e usuário de celulares,
há muito, muito tempo.

tv 4k

Você sabe o que é uma TV 4K?

A TV 4K apresenta algumas características diferenciadas. O principal efeito percebido é uma redução drástica no efeito de pixelização, os pontos formadores das imagens em TVs e monitores. Você quase não percebe o efeito e a imagem parece ser, em resumo, real. Vale lembrar que tal efeito é conseguido apenas quando a cadeia inteira de produção (da câmera ao sinal que chegará até a sua casa) for concebida para esse padrão.
Outro diferencial que a resolução das TVs 4K traz para as casas é que as distâncias mínimas para as telas podem ser alteradas. Nem tanto pelo conforto visual, mas em função da qualidade e nitidez. Ou seja: mesmo de muito perto você enxerga imagem em qualidade total.
Alguns modelos de televisores como uma TV Sony, uma TV LG, uma TV Philips ou uma TV Samsung já apresentam essa resolução, o que pode “puxar” um público e, com isso, a popularização da tecnologia da televisão 4K, que ainda é muito cara.
Com isso, a TV 4K muda também o tamanho das telas, uma vez que podemos incluir TVs cada vez maiores em espaços menores, sem que o conteúdo fique prejudicado. Esteja atento, novamente, a uma questão fundamental: ainda não é comum a exibição de conteúdo próprio para esse formato. Então, por enquanto, você deverá ficar limitado a mídias físicas, conteúdos demonstrativos do próprio aparelho e poucas transmissões de TV.
A TV 4K é mais um avanço da tecnologia, o que comprova que os televisores não param de inovar. Ter uma TV com essa dimensão em casa é sinônimo de alta qualidade e, claro, diversão garantida enquanto você assiste aos conteúdos.

 

Aproveite o nosso Festival de TV’s e veja todas as ofertas que temos, inclusive de TV’s 4K.

 

Fonte: Zoom
02-fone-de-ouvidos-lapis-magico

Dez fones de ouvido bem inusitados

Existem fones de ouvidos para todos os gostos e bolsos. Existem os que são internos (earbuds), os que ficam sobre o ouvido, ou os que são tão grandes que nem mesmo encostam nos ouvidos. Existem aqueles que são destinados ao usuário considerado ‘normal’, e aqueles feitos para audiófilos, pessoas capazes de perceber as mais tênues nuances em uma música. Existem até fones que bloqueiam ativamente o som, capturando o som ambiente, e gerando uma onda sonora ‘negativa’ que consegue eliminar quase totalmente todo ruído do mundo…

Mas existem também fones que são curiosos, divertidos, e alguns que você pode até mesmo fazer em casa!

01 – Fone ouvido do agente de segurança

Este é para quem quer sentir-se um agente de segurança, não chega nem a ser algo muito elaborado, é basicamente um headphone feito com um fio espiralado, mas se você tem imaginação…

01-fone-de-ouvidos-agente-secreto

02- Lápis mágico…

Este é para quem é irreverente, um fone de ouvidos que, ao utilizar as duas pontas de um lápis, termina por fazer parecer que seu usuário está com um lápis atravessando a cabeça 🙂

02-fone-de-ouvidos-lapis-magico

03 – fugindo do lugar comum

Ainda no campo da irreverência, os fones de ouvido da Quartie USA são bem extremos, como você pode ver na imagem abaixo, indo de cabeças e olhos de repteis, até porcas enferrujadas, eles têm de tudo!

03-engracados

04 – fones de ouvidos que são brincos (faça você mesmo)

Uma ideia bacana, para quem é irreverente E criativo, é fazer um par de brincos com seus fones de ouvido. No Instructables, um site dedicado a ‘faça você mesmo’, tem o tutorial para fazer um bem simples, mas solte sua imaginação e os limites simplesmente não existem.

04-fone-de-ouvidos-brinco-grande

05 – fones de ouvidos externos…

Usar fones de ouvidos internos em volume muito alto, pode prejudicar a audição, especialmente aqueles que entram no canal auditivo. Este fone da Toplay fica preso e aponta um tubo o áudio para o ouvido. A ideia é proteger, a qualquer custo, sua audição.

05-fone-de-ouvidos-externo

06 – fone de ouvidos bandana, para assistir televisão

Se sua cara metade detesta quando você assiste televisão a noite por conta do som, e você não gosta de usar fones de ouvido por conta do travesseiro, esta bandana com fones de ouvidos embutidos é uma excelente solução!

Ela não tem fios, e pode ser facilmente recarregável, uma mão na roda!

06-fone-de-ouvidos-bandana

07 – fone de ouvidos ‘bala’ (faça você mesmo)

Mesmo as coisas mais assustadoras, como uma bala, podem ser transformadas em algo bonito e útil. Este outro tutorial do site Instructables ensina como fazer a mágica de transformar um par de cascas de balas .40 em um belíssimo fone.

07-fone-de-ouvidos-ouvido-bala

08 – fone de ouvidos que ‘acende’

Se você for para uma rave, e o som não for lá dos mais bacanas, este fone de ouvidos vai se encaixar que é uma beleza. Ele tem leds nos fones de ouvido, que brilham quando estão sendo usados.

08-fone-de-ouvidos-luminoso-earbud

09 – fone de ouvidos com corda ‘laser’

Ao contrário do fone acima, este é um pouco mais avançado, ele usa lasers para iluminar o fio do aparelho. A intensidade do brilho pode ser controlada.

09-fone-de-ouvidos-corda-laser

10 – fone de ouvidos ‘invisível’ (bem, quase)

Este é simplesmente fantástico, se você quer um fone de ouvidos discreto, não há nada melhor que o Hero. Na realidade ele foi criado para uso em situações policiais e militares, em que a comunicação é necessária, e a discrição é tudo.

EarHero Small, Invisible Earbuds

fone-de-ouvido-categoria

BLACK FRIDAY

Black Friday – como tudo começou

Por que não usar o dia que todo mundo ‘enforca’ para vender muito?

BLACK FRIDAY

Foi com esta pergunta que começou, nos EUA, a ‘Black Friday‘. Explico. É muito comum que os jovens daquele país saiam da casa dos pais para cursar universidade em outras cidades, ou até mesmo estados, o que termina por fazer com que muitas pessoas sigam carreiras longe de sua cidade de origem. E é o feriado móvel do Dia de Ação de Graças, que acontece na quarta quinta-feira do mês de novembro, que muitos deles escolhem para visitar as famílias, e aproveitavam para ‘enforcar’ a sexta-feira.

É também nesta sexta-feira que várias cidades dos EUA fazem suas primeiras ‘paradas de Natal’, com carros alegóricos nas ruas, dando início ao período das compras de natal.

Existem várias origens para o termo ‘Black Friday’, mas o que me parece mais sensato é o que conta que a Polícia da Filadélfia chamava assim o dia, por conta do aumento brutal no tráfego de carros nas zonas comerciais, justamente com o pessoal que aproveitava o dia enforcado para fazer compras, que deixava o trânsito completamente travado.

Os comerciantes adoravam, claro, e não demorou muito tempo para eles começarem a potencializar sua capacidade de vendas no dia, com grandes promoções. Em meados da década de 1970, todos os EUA já utilizavam o termo ‘Black Friday’ para indicar a prática.

Com o passar dos anos, a ‘Black Friday’ tomou uma proporção tal, que no final dos anos 1990, os varejistas começaram a abrir as lojas à meia noite de sexta, com descontos espetaculares, e fila enormes em suas portas. A coisa tomou tal proporção, que no meio da década de 2000 surgiu a ‘Cyber Monday’, que acontece em varejistas online, na segunda-feira após a Black Friday, e visa atender clientes que não puderam ir às compras no feriado, e procuram por ofertas depois do final de semana, hoje, alguns varejistas já a transformaram em ‘Cyber Week’.

Não é à toa que estes eventos geram grande movimento, e bons negócios para os consumidores. Aqui mesmo, na iByte, estamos realizando neste mês de julho, uma grande promoção, a Liquibyte.

Visite o hotsite, ou venha nos fazer uma visita 😉