Escolhendo o smartwatch ideal: Apple, Samsung, Xiaomi ou Huawey?

Os smartwatches têm conquistado o coração (e pulsos) de muitos amantes de tecnologia. Esses gadgets pequenininhos e portáteis atuam como agenda, tracker de atividade física, GPS, visualizador de notificações e assistente pessoal – tudo isso ali, preso no pulso, te acompanhado em todos os momentos.

Enquanto alguns ainda resistem em experimentar a tecnologia, outros já não vivem sem a praticidade dos relógios inteligentes. Seja qual for o seu perfil, a boa notícia é que o mercado tem sido inundado de novas opções, com designs, funcionalidades e preços diferentes para atender a todos os nichos do público.

Decidiu entrar pro time dos conectados mas ainda não sabe qual modelo é o melhor para a suas expectativas e orçamento? Para te ajudar a achar seu smartwatch ideal, fizemos um super comparativo das opções oferecidas pelas 4 gigantes do mercado. Bora conferir!

Smartwatches em 2020: as campeãs do mercado e seus modelos

Para facilitar nossa comparação, selecionamos os carros chefe das 4 marcas mais proeminentes em 2020: Apple, Samsung, Huawey ou Xiaomi. Tratamos dos produtos em ordem crescente de preço, e focamos nas suas diferenças centrais.

Novamente, citamos aquela famosa dica que aparece em todos os nossos manuais de compra: observe as características que você mais pretende usar. Afinal, um bom sinal GPS pode ser essencial para alguns, enquanto outros usuários nem sequer pensam nessa função. Às vezes, optar pelo modelo mais simples e “pelado” pode ser a melhor saída para um usuário que se sentiria confuso com infinitas features e detalhes de um modelo completo. Na hora da compra, ponderação é tudo! 

Xiaomi Mi Band 4

Nosso primeirinho da lista é o Mi Band 4, o mais popular relógio inteligente da Xiaomi, com qualidade surpreendente e um preço super acessível. Por essas características bem positivas, foi um dos primeiros modelos a realmente aparecer nos pulsos dos brasileiros, mostrando a nova tecnologia para muita gente que se apaixonou de vez. Ele é comercializado por valores que variam entre 100 e 200 reais, preços bastante modestos perto das funcionalidades oferecidas.

O modelo possui visor Amoled com 0,95 polegadas, sensível ao toque. A bateria é bem impressionante para o preço, e dura até 20 dias com uso moderado. A interface é bonita, colorida, e muito fácil de operar – super amigável aos usuários que desejam experimentar seu primeiro smartwatch. É resistente à água e ao suor, o que significa que você pode usar sua band com tranquilidade ao nadar ou correr longas distâncias.

O visual do relógio agrada bastante. Clean, minimalista e super leve, não incomoda durante atividades físicas. A pulseira emborrachada fica bem segura no pulso e pode ser trocada por versões coloridas. De maneira geral, é uma band excelente para quem deseja um traquemento simples da saúde e de atividades físicas. Observem, no entanto, que o modelo não possui GPS – fator que pode limitar um pouco suas possibilidades de uso.     

Huawey GT1

Enquanto a estrela da Xiaomi mergulha de cabeça no modelo “fitness band”, o Huawey GT1 tem muito mais cara de relógio, mesmo. Com vibe elegante e arrojada (sem deixar de ser moderno) é uma ótima opção para quem preza pelos visuais casuais. Se você não contar, ninguém vai saber que o seu relógio esportivo é, na realidade, um modelo inteligente!

O Huawey GT1 possui outras qualidades além do estilo. Sua tela Oled colorida é arredondada e consideravelmente maior, com 1,39 polegadas. Também conta com uma ótima bateria, que dura em média 14 dias de uso. O produto pode ser encontrado em preços que variam entre 600 e 999 reais. 

Para quem corre ou pedala e quer um relatório completo de tempos e distâncias, este pode ser o modelo certo: seu GPS é um dos mais sensíveis do mercado. As desvantagens ficam concentradas nos aspectos de conectividade, já que os sistemas Huawey ainda são bem restritos quanto às possibilidades de pareamento com aplicativos úteis, como o Spotify e o Strava. 

Samsung Active 1

Um grande diferencial dos smartwatches da Samsung é a flexibilidade da interface: eles são alguns dos únicos modelos comercializados no Brasil que permitem adição de aplicativos externos, uma característica importante para quem espera utilizar o Spotify direto do relógio, por exemplo. 

O modelo Active 1, escolhido para nossa comparação, tem aquele visual clean característico da linha Samsung, tela de 1,1 polegadas Super Amoled, e uma bateria que exige carga a cada 2 dias. Esta é uma versão especialmente interessante para quem espera usar o smartwatch na automação de espaços e aparelhos. Ele pode ser integrado com o Casa Inteligente da Samsung, e permite funcionalidades muito úteis. Quer ler mais sobre automação? Que tal checar nosso post completo “Veredito Smart Home: vale mesmo a pena ter um assistente virtual?

O design é lindo, super simples e moderno, mas pode ser considerado pouco robusto por alguns usuários. O aparelho reúne todas as funcionalidades clássicas de um bom tracker físico, com um GPS bem preciso e infinitas possibilidades de medição: têm acelerômetro, barômetro, giroscópio, monitor cardíaco e sensor de luz. Essa belezinha também é resistente à água.

Esta é a opção mais cara e mais completa antes dos modelos Apple, ficando em torno de R$1.200 a R$1.400 reais. Pode ser o smartwatch ideal para quem adora design, quer investir um pouco mais e presa pela flexibilidade de software. 

Apple Watch Series 3

O líder absoluto do mercado é o Apple Watch Series 3, comercializado na faixa dos 2.000 a 2.800 reais. Ele oferece toda a já conhecida qualidade Apple, e as funcionalidades diferem pouco em relação ao modelo mais recente da linha, o Apple Watch Series 5. Com tela 1,65 polegadas Oled, proteção contra água, um super GPS e todos os sensores disponíveis, é a opção mais sofisticada dentre as relevantes de 2020.

Ele conta com um processador potente, e uma série de aplicativos feitos para Apple Watch disponíveis na Itunes Store. Já dá pra imaginar que todo esse processamento e exige bastante da bateria, que deve ser carregada quase todos os dias. Outro fator que pode pesar na decisão é a exclusividade da marca, o que significa que seu relógio inteligente só pode ser pareado com outros produtos Apple – uma característica vista com ótimos olhos por quem já é Applehead.    

E aí, curtiu? Esperamos que este post tenha te ajudado a vislumbrar um pouco desse mercado enorme e super mutável dos smartwatches. Conte pra gente o que achou do conteúdo, e aproveite para mandar as suas sugestões de pauta para os próximos posts do blog! Adoramos ver suas opiniões por aqui! 

Para mais informação de qualidade sobre tecnologia, gadgets e o melhor do mundo conectado, siga a Ibyte no Instagram. Interaja com a gente e faça parte dessa família tecnológica que não para de crescer. 

Até o próximo post, descomplickados!

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *