Pokemon-GO-logo

Pokémon Go, um fenômeno sem par

No livro “De Zero a Um. O que Aprender Sobre Empreendedorismo com o Vale do Silício”, Peter Thiel, um dos co-fundadores do Paypal, fala que o próximo Zuckerberg*, não criará uma rede social, que os próximos Larry Page e Sergey Brin**, não criarão um buscador.

ingress

Com isto ele quer dizer que para se destacar de forma ímpar, é necessário criar algo único. Claro, este tipo de coisa nem sempre acontece na primeira tentativa, vejamos o caso da Niantic, uma empresa fundada em 2010, que em 2012 lançou o Ingress, um jogo de realidade aumentada ‘massivo’, ou seja, feito para múltiplos jogadores.

Pokémon Go, de pegadinha à megassucesso

Acontece que entre os que gostaram muito de Ingress, estava Tsunekazu Ishihara, um dos líderes da The Pokémon Company, uma subsidiária da Nintendo. Em 2014 ele e o ex-presidente da Nintendo Satoru Iwata desenvolveram um conceito em torno da realidade aumentada do jogo Ingress, que seria o de espalhar Pokémons virtuais, no jogo, como parte de uma brincadeira de primeiro de abril.

Este é o vídeo promo, lançado no dia 31/03/2014.

Neste momento ambas as empresas, Niantic e Nintendo, viram que tinham um sucesso em potencial nas mãos, nascia ali a decisão de criar o Pokémon Go.

Números colossais

O sucesso do Pokémon Go é algo inédito. Lançado em 6/7/16 nos EUA, o jogo precisou de apenas cinco dias para amealhar mais de seis milhões de usuários, apenas no sistema Android, no país, e tornou-se o quinto aplicativo mais popular da plataforma. Dez dias depois de lançado ele já tinha incríveis 26 milhões de usuários nos EUA, tornando-se o aplicativo mais popular do Android no país, deixando o Facebook Messenger e seus 21 milhões de usuários na plataforma para trás. Em 15/07/16, o jogo havia sido instalado em 10,81%, e era usado diariamente em 5,92% de todos os aparelhos Android do país.

O que é ainda mais impressionante, é que o Pokémon Go não é monstruoso apenas de quantidade de instalações, mas também no tempo médio de uso. Enquanto os usuários de redes sociais como Facebook e Twitter não chegam a passar 30 minutos conectados a elas por dia, os usuários de Pokémon Go ficam em média 43 minutos por dia!

O sucesso foi tão grande que a Niantic precisou readequar seu cronograma de lançamento, porque os servidores do jogo não estavam suportando a carga inicial, e em poucos dias a Nintendo valorizou-se na bolsa em mais de US$7,5 bilhões!!

Ahhh, e como você precisa se locomover em ambientes públicos para capturar Pokémons, veja no vídeo como funciona o jogo, ele ainda faz bem a saúde! Existe até o caso de uma empresa nos EUA, que está ‘forçando’ seus funcionários a jogarem Pokémon Go depois do almoço, à título de ginástica laboral.

CUIDADO NECESSÁRIO

Quando este pode foi escrito, em 20/07/16, o jogo ainda não havia sido lançado oficialmente no Brasil, e ainda não há uma previsão oficial. Mas alguns jogadores brasileiros vinham baixando APKs*** de Android para instalar manualmente, mas é altamente recomendado que não se faça isto, existem alguns deles que trazem a reboque malwares que abrem o aparelho a ataques externos. Reforçando: aguardem o lançamento oficial, e não se rendam aos ‘atalhos’…

Aliás, mesmo na Play Store existem alguns aplicativos mal intencionados, que conseguiram ‘furar’ o bloqueio da loja e se apresentar como variantes não oficiais do jogo, nós recomendamos fortemente que vocês não o baixem nada, até que a versão oficial da Niantic esteja disponível.

Neste post falamos em números de instalação em Android porque estão mais disponíveis, mas o jogo existe também para iOS, e está disponível nos seguintes países (em 20/07/2016): EUA, Austrália, Nova Zelândia, Canadá e grande parte da Europa.

 

*Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.
** Sergey Brin e Larry Page, fundadores do Google.
*** APK, é o executável que permite instalar um aplicativo no sistema operacional Android.

Foto: divulgação

Arcade Hotel, um hotel que tem por tema vídeo games!

Viajar para conhecer Amsterdam, com uma criança, e ficar hospedado no Arcade Hotel – mesmo que esta ‘criança’ tenha décadas de idade, e cabelos grisalhos –, deve ser um tanto quanto estressante, afinal, ia ser dureza tirá-lo(a) das dependências do hotel para conhecer a bela cidade.

Como o nome já deixa a entender, trata=se de um hotel cujo tema gira em torno de vídeo games (sim você pode pedir um vídeo game no quarto), mas não só isso, além de contar com consoles de várias gerações, o hotel ainda tem uma biblioteca de quadrinhos!

Com apenas 36 quartos e preço da diária variando entre 75€ e 350€, o hotel fica próximo a museus, tem boa conexão com transportes públicos, e se você quiser sentir-se um verdadeiro cidadão da local, pode alugar uma bike e ‘flanar’ despreocupado pelas belezas da cidade 😉

Fiquem com as fotos!

museu-logo

Um passeio por 42 anos de história de videgames, no Museu do Videogame Itinerante

Esta caixinha de madeira que está logo abaixo é o “Telejogo Philco-Ford”, ele foi o primeiro videogame fabricado no Brasil, e foi também o videogame que acompanhou, a partir do final dos anos 1970, a primeira geração de crianças a crescer com jogos eletrônicos por aqui, como este que vos escreve.

Telejogo Philco Ford

O Telejogo Philco-Ford, de 1977, foi o primeiro console fabricado no Brasil

Fiz a foto do Telejogo logo no início do que se pode facilmente chamar de viagem no tempo, que talvez, para aqueles da minha geração, seja a melhor descrição do que é o Museu Itinerante do Videogame, que está em exposição no RioMar Fortaleza. E a sensação da viagem ainda é mais forte, porque além de itinerante, o museu é também interativo, e a foto abaixo retrata justamente isto!

À esquerda Street Fighter IV em um PS3, à direita um Atari 2600 rodando River Raid

À esquerda Street Fighter IV em um PS3, à direita um Atari 2600 rodando River Raid

Isso mesmo, qualquer um que chegar por lá pode participar desta viagem, e jogar em qualquer dos consoles que estão à disposição dos visitantes, além do próprio Telejogo, tem Odissey, Atari 2600, várias gerações de Nintendo (desde o ‘Nintendinho’ até o Wii U), várias gerações da Sega, os épicos Neo Geos – objetos de desejo dos anos 1990 -, entre outros. São tantos videogames ligados e a disposição que até se perde a conta!

Meu filho, que tem quinze anos, matou a curiosidade de jogar o mítico Goldeneye 007, no Nintendo 64, um dos melhores jogos de tiro em primeira pessoa da década de 1990, jogou também River Raid no Atari 2600, um jogo que eu tanto curti quando tinha a idade dele, entre outros.

Pip Pin Atmark

O raríssimo console da Apple, o Pip Pin Atmark, de meados dos anos 1990

Mas se jogar é bacana, a parte história é fantástica! Você poderá também ver consoles raros, como um videogame cuja mídia era o LD (imagine um CD do tamanho de um LP), videogames que nunca foram vendidos fora do Japão como o Sony PSX de 2003 – um híbrido de Playstation 2 e central multimídia -, acessórios como a Power Glove da Nintendo, ou um console triangular em que cada lado tem um controle diferente, e até o Bandai Pip Pin Atmark, um videogame criado pela Apple em 1985!

Geraçoes

No alto o Pioneer LD, com sua descrição a direita.
Embaixo o híbrido PSX de 2003 e o esquisitíssimo Telstar Arcade (

Além disso existem vários videogames de última geração para quem quiser interagir com algo mais moderno, e para os de espírito ‘dançante’, há um palco em que se pode jogar Just Dance 😉

Vale muito a visita, é uma excelente viagem no tempo. Lembrando que ele ficará no RioMar Fortaleza até o dia 20/09/2015 (domingo), funcionando das 10 da manhã até 22 horas, na Praça de Eventos 1 no piso L1. E não custa nada reforçar, a entrada é gratuita! Qualquer dúvida liguem 4020-5000.

museu do videogame


Por Gilberto Soares Filho,
consultor de TI, programador,
e entusiasta de videogames
desde criança.

museu do videogame

Oportunidade única! O Museu do Videogame Itinerante está em Fortaleza! (e é gratuito)

Uma pequena caixa de madeira com um tampo de alumínio, e uma das marcas mais esquisitas que já devem ter existido, ‘Philco-Ford’. No topo do aparelho, três pequenas alavancas de alumínio controlavam o liga/desliga, se era jogo ou treino (o treino permitia o jogo com apenas uma pessoa), e a escolha do canal da TV que se usaria. Dois pequenos botões era usados para escolher o modo de jogo, e iniciar a partida, e finalmente em cada lateral do aparelho, um ‘paddle’ fixo (controle giratório, semelhante a um sintonizador dos antigos rádios de carro).

Se a descrição não faz jus ao aparelho, você pode a partir deste sábado, 5 de setembro/2015, fazer uma visita à exposição do Museu do Videogame Itinerante, que estará, com o apoio da Ibyte, na Praça de Eventos 1 (Piso L1) do Shopping RioMar Fortaleza, e ver pessoalmente este e dezenas de outros consoles que estarão em exposição.

E duas coisas MUITO bacanas, uma é que o acesso é inteiramente gratuito, e a outra é que você poderá jogar em alguns dos videogames!! Além disso haverá concurso de Just Dance, e Cosplay, e em ambos os casos você poderá inscrever-se na Ibyte do Shopping RioMar, e se quiser maiores informações, ligue no 4020-5000.

 

museu do videogame

copa ibyte futebol digital em natal

Inscrições aberta para a Copa Ibyte de Futebol Digital em Natal

copa ibyte futebol digital em natal

 

A Ibyte orgulhosamente apresenta 1ª Copa Ibyte de Futebol Digital em Natal. Um evento especial para você jogador de PES 2014 ou FIFA 2014 – PS3 que deseja mostrar todas as suas habilidades neste que é considerado um dos melhores games de Futebol Digital do mercado.

 

O evento acontecerá dia 12/04 na Loja Ibyte do Natal Shopping, a partir das 16h. Teremos uma premiação especial para os 3 melhores jogadores:

1º lugar geral: 1 Console Xbox 360 4GB

2º lugar geral: 1 PES 2014 Xbox 360

3º lugar geral: 1 PES 2014 Xbox 360

 

Faça a sua inscrição abaixo e garanta já sua vaga.

*Por favor, aguarde um e-mail de confirmação de sua inscrição.