Lugar de criança é na internet?







 

Nem oito nem oitenta. Esse deve ser o ditado popular que melhor se encaixa quando o assunto é a criançada na Internet. Hoje em dia, uma criança com menos de dez anos que nunca teve contato com um computador é fato raro. E eles estão cada vez mais conectados. Já utilizam o MSN e diversas redes sociais.

 

Saber a medida certa e como colocar limites é papel dos pais e da escola. E a melhor maneira de fazer isso é com muita conversa. É preciso jogar limpo e deixar claro pros baixinhos que a Internet é um mundo de possibilidades e diversão, mas que respeitar os limites e saber se defender de conteúdos impróprios é fundamental.

 

Para os pais, fica a certeza de que em tempos de geração Y, Z ou Alpha, está conectado é essencial na formação dos pequenos, que parecem nascer com tecnologia no DNA; e que saber equilibrar a vida real e a virtual faz toda a diferença. Afinal de contas, brincar de esconde-esconde, boneca ou de bola é tão importante nessa fase quanto está conectado.

 

No mais, não há coisa melhor do que ver a criançada ajudando o vovô a enviar aquele e-mail “que não quer ir”.

 

Related posts

Leave a Comment