Aumente o seu Leque de Atuação com o Mercado Digital

Já não é mais nenhum mistério que a tecnologia faz – cada vez mais – parte de nossas vidas, seja nas áreas sociais, de lazer, trabalho e até da educação. É inclusive, mais comum do que pensamos encontrar mercados digitais, como lojas físicas fazendo uso de diversos tipos de negócios digitais no cardápio, nos pedidos e até mesmo nas entregas.

Você sabe, realmente, o que realmente é mercado digital? Quais são as características que se enquadram como tal e por que investir nele? Se o seu interesse é saber mais sobre esse universo, hoje é seu dia de sorte. Pois, elaboramos um conteúdo completo sobre o assunto. Confira!

Afinal, o que é o mercado digital?

Para entender o que é mercado digital, vamos primeiro definir o que é mercado. É considerado como mercado todo o lugar em que usuários e clientes podem comprar, vender ou trocar itens. Dessa forma, o mercado digital é um processo online de compra e venda. Ou seja, tudo o que é comprado, vendido ou trocado na internet.

Por que investir no mercado digital?

Muito além do que apenas entender o que é mercado digital, é importante entender como ser um empreendedor na atualidade. A maioria dos clientes já não buscam diretamente em lojas físicas, eles costumam primeiro estudar as opções online, podendo comprar sem sair de casa.

Sendo assim, expandir o seu mercado para o digital é uma ótima forma de buscar novas oportunidades de venda e auxiliar em seu crescimento. Lembre-se: tanto o presente quanto o futuro estão cada vez mais tecnológicos, e ninguém quer ser largado para trás, não é mesmo?

Como trabalhar no mercado digital?

Ao compreender melhor sobre o que é e porque investir, chegou a hora de conhecer as formas de se trabalhar com o mercado digital. Para isso, trouxemos abaixo os tópicos mais importantes para serem observados, estudados e colocados em prática se o desejado é ter um negócio de sucesso.

Ficou curioso? Então, embarque conosco neste conteúdo e veja quais são os passos importantes que devem ser seguidos na hora de alavancar o seu negócio no online:

Faça um planejamento

Antes de qualquer ação, é crucial fazer uma pesquisa e planejamento. Entender onde o seu cliente está, como ele se comporta na internet e o que ele quer ser oferecido é o primeiro passo.

Defina um público-alvo específico e estude para encontrar seus rastros de comportamento online: eles são do tipo que pesquisam antes de comprar ou são daqueles que compram o primeiro que produto que vêm? Eles são mais interativos ou mais na deles? Entender como o seu cliente se comporta é a chave para conseguir oferecer um mercado voltado à ele e, consequentemente, aumentar suas vendas.

Entenda os três principais pilares: o que, como e onde vender. Afinal, ter uma estratégia digital é essencial para conseguir acertar em cheio o seu cliente em foco.

Escolha uma plataforma

Depois que o estudo foi feito, é hora escolher um local online para colocar a sua empresa. Entretanto, antes de fechar com uma determinada plataforma, lembre-se de considerar a sua persona. É a partir dela que o lucro virá, portanto deve estar de acordo com as expectativas dos clientes.

Por exemplo, pessoas um pouco mais velhas – 40 a 60 anos – são mais acostumadas com marketplaces. Os que estão na média dos 30 anos costumam confiar em sites específicos de lojas. Enquanto isso, os mais novos são muito mais adeptos ao fácil, rápido e barato.

É importante estudar as políticas de cada site ou plataforma que você for escolher para trabalhar. É necessário analisar qual das especificações e auxílios são mais compatíveis ao seu momento atual. Compare duas, três ou quatro possibilidades e veja qual é a melhor para o seu segmento.

Divulgue sua loja virtual

Agora, não basta estar na internet se os seus clientes em potencial não sabem disso. Desse modo, a divulgação é essencial! A melhor forma para fazer isso acontecer é por meio de uma rede social, especialmente quando usada para anúncios pagos. Afinal – a curto prazo –, é uma maneira sólida de captar a atenção de possíveis consumidores.

Entender qual a importância das redes sociais para o seu negócio é a chave para conseguir traçar uma estratégia, pensar em publicações e muito mais.

Qual a melhor rede social para o seu negócio?

Quando falamos de prestação de serviços de empresas para empresas, por exemplo, o ideal é direcionar a sua estratégia para o Linkedin. Caso você trabalhe com produtos de beleza e lazer, especialmente para pessoas entre 18 a 25 anos, o Instagram é o ambiente mais indicado. Por isso, estude os concorrentes que estão tendo bons resultados e tente entender a rotina dos compradores.

Ofereça um bom atendimento

Mesmo sendo uma loja virtual, é preciso estar sempre atento em como deixar o cliente satisfeito. Porque, muitas vezes, eles vão querer entrar em contato contigo, tirar dúvidas e até mesmo fazer certas reclamações. É aí, que há a necessidade de possuir um canal de atendimento claro e objetivo para cativar o seu usuário.

Além disso, pense na navegabilidade de sua loja virtual, tente se colocar no lugar do consumidor. Assim, analise se o site está com uma boa navegação e acessibilidade. Existem casos em que a página não finaliza o carrinho de compras, o que é sinônimo de perda.

O que mais se vende no mercado digital?

Caso você esteja pensando em criar um negócio dentro do mercado digital e ainda não decidiu em que área focar, trouxemos aqui os 5 produtos que mais estão vendendo online na atualidade:

  1. Alimentação;
  2. Mudança de estilo de vida;
  3. Pets;
  4. Negócios;
  5. Carreira.

No ramo alimentício, o que mais vem rendendo não é a comida em si, mas sim maneiras e produtos para prepará-la, já que as pessoas estão pesquisando na internet receitas e formas de cozinhar. Além disso, estamos em um momento de estilo de vida, ou seja, temos uma alta procura sobre formas de ter uma vida mais saudável.

O ramo de bichinhos de estimação também é muito rentável, porque todos querem cuidar bem de seus pets. Por fim, os cursos e produtos focados em negócios e direcionamento de carreira são um sucesso devido às pessoas que procuram melhorar e aprimorar seu negócio ou portfólio.

É claro que, se o seu ramo de desejo não está na lista, isso não é motivo para desistir! Quando feito uma boa estratégia, todo mercado pode vender bem!

E então, deu para entender o que é mercado digital? Esperamos ter ajudado você com esse momento de mudanças digital. Aproveite para compartilhar esse post com seus amigos empreendedores, ou então confira como se preparar para datas sazonais! Até a próxima!

Ideias de Promoção no Dia das Mães: as 5 Melhores!

O dia das mães é sem dúvida uma das datas comemorativas mais esperadas do calendário pelos lojistas. Comprar um presente para expressar todo o amor a essa pessoa movimenta o mercado de um jeito fora do comum e que deve ser aproveitado. Mas nem sempre ter uma ideia de promoção de dia das mães original é uma tarefa fácil.

Foi pensando nisso que a Ibyte Distribuição separou os principais conceitos e promoções para você alavancar seu negócio e impactar positivamente nas vendas. Nossas mães merecem um presente especial por tudo que fizeram por nós, e sua loja pode oferecer esse item para o público! Continue a leitura e entenda como.

5 ideias de promoção para o dia das mães!

A primeira coisa que devemos fazer para planejar uma promoção que dê resultados é pensar fora da caixa e abandonar a ideia clássica de promoção. Ela vai muito além de um simples cartaz ou postagem, e pode ser a chave para o seu negócio sair à frente da concorrência. As datas sazonais aquecem ainda mais o mercado e entregam o tema que deve ser trabalhado.

Lembrando que, quem deseja vender mais nesse momento, deve prezar sempre pelo atendimento de qualidade e eficiência no processo. Esse são dois pontos básicos, mas que fazem toda a diferença. Além disso, criar uma estratégia diferenciada para os dia das mães também é necessário, e as promoções são parte essencial desse plano. Confira algumas:

1- Promoções nichadas: a chave para alavancar um produto

Se você trabalha com produtos tecnológicos, pode aplicar frases como “Promoção: mães conectadas” ou “Para mães que adoram uma selfie”. Perceba que a ideia aqui é incorporar seu nicho à um contexto materno. Dessa forma, você aproxima o público ao seu produto e facilita a identificação com sua marca.

Lembrando que esse conceito pode ser aplicado em uma gama muito ampla de produtos. Roupas, itens de cozinha, livros e maquiagens. Facilite a busca dele pelo presente ideal e surfe na onda!

2- Minha mãe é uma peça!

O bordão que sem dúvida já está fixado na mente das mamães e agora tem tudo para impulsionar seu negócio. A ideia aqui é trazer para sua promoção uma frase que remeta a essa pessoa tão especial em nossa vida. Aproveite essa ideia para encantar o público materno e dê asas para sua criatividade.

Outro bom exemplo é a frase “reage mulher, bota um cropped”. Quem trabalha com roupas femininas com certeza já ouviu isso em algum lugar. Mostre que você possui conhecimentos na área e encante sua persona de uma forma especial! Ah, as mamães também estão muito presentes na TV, cinema, na música e até mesmo no universo geek. Inspiração é o que não falta.

3- Para todas as mães da minha vida

Realizar uma promoção abrangente para os dias das mães é outra forma de inovar e cativar o cliente. Durante essa época, existem muitas pessoas que desejam presentear avós, tias e até madrinhas. Guarde esse insight na hora de planejar sua promoção.

Trabalhe esse aspecto principalmente em redes sociais. Esse é o campo perfeito para divulgar seu negócio de maneira eficiente e assertiva. Afinal, as mamães já dominam a internet e querem se sentir representadas nesse espaço. Lembre-se de que, para construir uma promoção que dê resultados, é imprescindível trabalhar bem a divulgação.

4- Cupom de desconto para a próxima compra

As promoções possuem diversos objetivos. Desde tornar seu negócio conhecido e se aproximar do cliente até lançar um novo produto ou serviço. Mas saiba que elas também podem ser usadas estrategicamente no pós-venda. Aproveite o momento e, além de realizar a venda, traga o cliente para sua base fixa.

Os cupons de desconto com tempo determinado são grandes aliados do time de vendas nesse sentido. Utilize essa ideia de promoção para o dia das mães e cresça com seu negócio.

Quem vende por meio da internet também pode oferecer o cupom de dia das mães em troca de um email, por exemplo. Assim você continua conversando com o cliente mesmo depois da venda e consegue fidelizá-lo. Viu só como as datas sazonais oferecem temas que podem ser trabalhados nas mais diversas áreas da sua empresa? Aproveite!

5- Sorteios e concursos de dia das mães

O sorteio se encaixa perfeitamente na ideia de promoção eficiente para o dia das mães. Isso porque você pode utilizá-lo tanto para levar o cliente a fechar uma compra como para entrar em contato com ele posteriormente. Trocar números em sorteios por um email ou telefone tem sido uma estratégia amplamente aplicada pelas empresas.

Quem deseja ir além na divulgação também pode organizar um concurso. Temas como “o melhor poema para o dia das mães” ou “porque sua mãe merece ganhar esse prêmio” são interessantes e farão com que muitos falem sobre seu negócio em seu trabalho, escola, faculdade, etc.

Ressaltamos que a experiência positiva do cliente é sempre a melhor divulgação. Por isso, realize sempre um atendimento de qualidade e deixe claro para o cliente que seu produto é a escolha certa para o dia das mães. Datas como essa escondem ótimas oportunidades, tanto para os pequenos negócios aumentarem sua visibilidade quanto para os grande se solidificarem na área.

Confira nosso post com 5 dicas para aproveitar as datas comerciais e obter resultados ainda melhores com sua promoção para o dia das mães. E continue acompanhando o blog da Ibyte para receber muitos outros conteúdos como esse.

Obrigado e até a próxima!

Close em quarto gamer decorado

O que é Nobreak e qual a importância para sua empresa?

O nobreak é um dispositivo que fornece energia aos eletrônicos sem interrupções, especialmente nos dias chuvosos em que é possível haver apagão ou variações nas redes elétricas. Eles são alimentados por uma bateria que, ao depender do modelo e potência do aparelho, consegue sustentar inúmeros equipamentos durante o período de falta de luz.

Sem contar que esse aparelhinho agrega segurança aos produtos que ficam ligados na tomada o tempo todo, protegendo-os contra picos de tensão, curto circuitos, sobrecarga e descarga de baterias. Mas, antes de adquiri-lo é necessário verificar as particularidades da sua instituição, isto é, a quantidade de equipamentos que necessitam ficar ligados caso haja queda de energia.

Para isso, é necessário verificar a potência do nobreak, pois é essa informação que sintetiza o desempenho do “grande carregador”. Que tal conhecer um pouco mais sobre esse dispositivo que protege contra a queda de energia ? Nós preparamos um conteúdo completíssimo sobre ele para que você mantenha o seu negócio protegido de qualquer adversidade!

Para que serve um nobreak e qual sua importância para as empresas?

O nobreak, basicamente, é um equipamento capaz de deixar eletrônicos em funcionamento por um determinado tempo depois de uma queda de energia. É a potência (VA) – voltampere – desse aparelho que vai instruir qual é o período em que eles vão permanecer ligados mesmo sem estarem conectados à tomada.

A maioria dos nobreaks dispõe de apenas 15 minutos de energia. O que pode parecer pouco, mas é o suficiente para salvar documentos e materiais que estavam em processo de execução, além de poder desligar o computador da maneira tradicional para que ele não sofra nenhum dano.

É claro que esse tempo irá depender da quantidade de máquinas usadas e das especificidades do equipamento. Assim, se você desejar 30 minutos ou mais de carga, basta verificar qual é a potência adequada que o nobreak deve ter a partir do número de eletrônicos dispostos no local.

Outro ponto positivo diz respeito a vida útil do item, que varia entre 2 a 3 anos. Durante esse período, não é necessário se preocupar quanto a qualidade do aparelho, a menos que ele apresente algum tipo de falha. Caso contrário, a bateria irá suportar oscilações e quedas de energia de forma positiva.

Qual a diferença entre um estabilizador e um nobreak?

Essa pergunta é recorrente, especialmente porque o estabilizador possui preço mais acessível se comparado com o nobreak. Mas afinal, qual a diferença entre eles e por que a notável diferença de valores entre os dois itens? Simples! Os estabilizadores atuam somente na qualidade da energia que está sendo entregue ao eletrônico.

Isso significa que ele atua diretamente na proteção dos instrumentos, fazendo com que os níveis elétricos fiquem estáveis. Já os nobreaks funcionam como uma “carga a mais” para os equipamentos, oferecendo um tempinho para que eles sejam desligados de maneira correta sem possibilidades de queimar ou sofrer danos.

O ideal é ter os dois aparelhos com atuação conjunta, entretanto, caso isso não seja possível, é necessário analisar as prioridades da sua empresa. Se você deseja que os equipamentos permaneçam ligados mesmo depois de uma queda brusca na energia, o melhor é o nobreak. Agora, se precisa apenas proteger os materiais, o estabilizador é o investimento certo.

Quais são os tipos de nobreak disponíveis no mercado?

Existem dois tipos principais de nobreaks disponíveis para compra, o interativo – senoidal e semissenoidal – e o online. Eles se diferenciam, principalmente, por conta do tipo de interatividade do produto com os aparelhos, mas também têm distinção de acordo com o formato de onda elétrica produzida durante sua utilização.

Veja:

Nobreak Interativo

O nobreak interativo entra em funcionamento logo depois que detecta algum tipo de pane na rede elétrica. Portanto, quando a energia acaba, o aparelho inicia o modo bateria que fornece carga para que outros equipamentos eletrônicos possam operar durante 15 minutos – mais ou menos.

Eles estão disponíveis em duas versões:

Senoidal

O nobreak senoidal pode ser encontrado nas versões interativa e online. Ele é responsável por suprir as oscilações de energia a partir de um formato de onda senoidal no modo bateria. É um equipamento de alta performance, recomendado para empresas que possuem uma boa quantidade de máquinas ligadas ao mesmo tempo.

É uma ótima alternativa para você que quer dispor de mais de 15 minutos.

Semissenoidal

Indicado para usos mais simples – desktops, roteadores, câmeras e TVs –, os nobreaks semissenoidal funcionam com ondas em formato retangular. Assim como na opção acima, é acionado por meio do modo bateria que disponibiliza carga aos aparelhos.

Nobreak Online

Os nobreaks online são incrivelmente eficientes para empresas e organizações, isso porque eles funcionam constantemente, seja com ou sem queda de energia. Alguns especialistas dizem que a qualidade da rede elétrica fornecida por meio desses dispositivos é ainda mais limpa e contínua.

Essa opção é encontrada somente em versão senoidal, uma vez que atende equipamentos que não podem sofrer com a oscilação de energia.

Benefícios dos nobreaks para sua empresa

Além de proteger os instrumentos eletrônicos de curto circuitos, subtenção, sobrecarga, sobreaquecimento e descarga total, os nobreaks apresentam vantagens significativas relacionadas à integridade dos materiais da empresa e da própria corporação.

Outro ponto positivo faz referência a diminuição de prejuízos na parte de artigos eletrônicos. A partir da utilização do nobreak, o risco de estragos em máquinas e outros instrumentos que estejam conectados à rede elétrica é bem menor. Assim, há uma tranquilidade em deixar equipamentos ligados durante a noite ou momentos em que não há presença de indivíduos por perto.

Viu só como esses pequenos aparelhos fazem a diferença em sua organização? A qualidade do trabalho é realizada de maneira fluida, sem preocupações referentes a condição meteorológica e danos externos que possam ser causados em fios e toda parte que envolve a eletricidade.

É um investimento inteligente, especialmente para não ter que aplicar parte do lucro da empresa em manutenção de acessórios que tiveram falhas decorrentes de acidentes elétricos que poderiam ter sido evitados caso houvesse a utilização do nobreak.

Esperamos que você tenha compreendido um pouco mais sobre o funcionamento desse aparelhinho que pode evitar muitos lapsos negativos dentro de uma corporação. Ah, e se quiser acertar na escolha, vale a pena conferir nosso post sobre os melhores nobreaks disponíveis no mercado.

Por hoje ficamos por aqui, até o próximo conteúdo!

Boom dos provedores na pandemia: Como aproveitar?

Os provedores de internet por região têm crescido muito nos últimos anos por todo o Brasil. A soma desses pequenos provedores ultrapassa com facilidade as grandes empresas.

Ainda assim, continua difícil competir com as grandes marcas situadas no mercado, que já têm bastante tempo no mercado e estão estabelecidas. Mas fique calmo, essa é uma missão difícil, mas não impossível!

A pandemia causada pelo novo coronavírus resultou em um crescimento no mercado de provedores e abriu ainda mais margem para a competição com as grandes empresas.

Por isso, a Descomplik preparou algumas dicas que vão te ajudar a entender esse fenômeno e usá-lo a seu favor. Confira!

Afinal, como a pandemia ajudou o mercado de provedores?

Uma série de mudanças foi desencadeada na vida das pessoas durante a pandemia. Realmente, o “novo normal” já é bem diferente de poucos anos atrás.

Muitas empresas tradicionais aderiram às novas tecnologias para se adaptar ao momento (era isso ou sumir do mapa). Também foi registrado um aumento muito grande nos negócios informais devido ao aumento da taxa de desempregados.

Além disso, a quantidade de pessoas trabalhando em casa ou tendo mais tempo livre disparou devido a motivos óbvios. Você sabe o que todos esses fatores têm em comum? Isso mesmo, o aumento massivo no uso da internet.

Continue a leitura e entenda como essas mudanças podem ser extremamente benéficas para o seu negócio. Separamos alguns pontos que, se bem observados, podem te ajudar a manter sua posição no mercado e superar a concorrência.

Converse com os novos empreendedores

Durante a pandemia houve um crescimento muito grande da taxa de desempregados. Isso se deu por vários motivos, dentre eles podemos citar a dificuldade de exportação de matéria-prima, a necessidade do público presencial ou mesmo o fato de que muitas empresas não estavam preparadas para esse golpe.

Isso acabou obrigando muitas pessoas a abrirem seus próprios negócios. E tem dado bastante certo. Todos os dias vemos inúmeros casos de sucesso nas mídias digitais que, aliás, são o principal meio de divulgação das pequenas marcas.

Isso se dá principalmente pelo fato de as grandes plataformas oferecerem espaços gratuitos para divulgação de serviços e produtos. Por isso, a procura por conexão aumentou bastante durante a pandemia e só tende a continuar crescendo.

Pense nisso e invista em um marketing que dialoga com esse público. Você pode produzir conteúdos que abordem esses temas e atraiam o novo público para sua provedora.

Ofereça o melhor atendimento

Um dos motivos que mais fazem as grandes empresas perderem clientes é o fato de que os processos com o público se tornam robotizados e até mesmo negligenciados.

O cliente percebe isso e acaba trocando de provedor, normalmente por outra empresa que ofereça um atendimento mais humano e acolhedor. Seja essa empresa!

Não basta apenas vender seu produto, é preciso criar uma relação com o cliente. Lembre-se que todos estão saindo de um momento difícil, tentando se reerguer. A sua empresa deve participar de forma positiva desse momento.

O lazer é indispensável, a internet também

No período da pandemia também houve uma queda drástica (se não total) nas opções de lazer fora de casa. As pessoas acabaram migrando para os meios digitais procurando entretenimento.

Isso cria uma ótima oportunidade para as provedoras, que agora podem oferecer seus serviços para vários tipos de pessoas. Aquela ideia de que só os jovens e adolescentes se divertem nos meios online está com os dias contados.

O uso da internet cresceu em todas as faixas etárias, mas algumas empresas ainda ignoram isso. Explore essa brecha para ficar na frente da concorrência.

Durante o período de quarentena, muitas pessoas aderiram as mais variadas formas de entretenimento que a internet pode oferecer. Lembre-se disso na hora de criar sua estratégia de marketing.

Invista na sua equipe

Outro elemento que faz toda a diferença no mercado é a equipe. Um grupo com bem alinhado, que compartilha dos mesmos valores e propósitos, com certeza vai obter mais resultados que uma equipe que simplesmente vai cumprir metas.

Por isso vale a pena investir na equipe, seus colaboradores são a chave para o sucesso. Além disso, as empresas menores têm mais vantagens do que as grandes marcas nesse momento.

Pequenas empresas têm mais facilidade para alinhar suas equipes e propósitos, sem contar a baixa rotatividade no quadro de funcionários, o que é totalmente diferente nas grandes empresas.

O home office não é só uma moda, acredite

Vale citar também a nova forma de trabalho que se tornou popular durante a pandemia. O home office, que na tradução literal pode ser entendido como escritório em casa, se tornou uma prática essencial nas empresas.

Essa nova forma de trabalho promete ficar por muito tempo. Ela oferece diversos benefícios, como redução de custo com transporte e alocação de funcionários na empresa.

Isso faz com que muitas pessoas invistam em uma conexão melhor, que atenda suas necessidades e ofereçam bons planos. É o cenário ideal para as pequenas provedoras divulgarem seus serviços.

Agora você já sabe como aproveitar esse momento para alavancar seu negócio e ultrapassar os concorrentes.

É preciso determinação e foco para crescer em tempos difíceis como esses, por isso a Descomplik vem para te apoiar. Confira 5 dicas que vão te ajudar a se preparar para as datas comerciais!

Entenda a importância da segurança eletrônica com a ibyte!

Diariamente entramos e saímos das nossas residências, escritórios e lojas. É uma ação cotidiana, mas que ainda nos proporciona aquele friozinho na barriga devido a preocupação de deixar esses locais sozinhos. Porém, a segurança eletrônica surgiu para solucionar esse dilema!

Hoje já é possível sair tranquilamente sem precisar ficar apreensivo pelo medo de possíveis crimes contra sua moradia ou empresa. Isso porque a inteligência de sistemas eletrônicos é capaz de realizar o monitoramento dos mais diversos locais e bens materiais.

Se você quer entender, de fato, como funciona a segurança eletrônica, continue conosco e leia nosso blogpost. Trouxemos várias informações atualizadas sobre como manter seu ambiente livre de perigos. Confira:

O que é a segurança eletrônica?

A tecnologia tem modificado constantemente o modo como encaramos o mundo, já que ela vem sendo capaz de realizar ações que antes só a mente e a força humana poderiam fazer. Com o setor de segurança eletrônica isso não poderia ser diferente – e não é!

Neste caso, são utilizados inúmeros instrumentos eletrônicos para que a proteção dos ambientes seja feita. Assim, os equipamentos realizam funções que antes eram executadas por profissionais do ramo, como a prevenção de ataques criminosos. Isso por meio de câmeras de vigilância e alarmes.

Entretanto, o fato de possuir elementos de segurança eletrônica não descarta a necessidade de proteção física em seu espaço. Além do mais, muitas pessoas optam por contratar corporações que fazem o monitoramento da residência de maneira conjunta.

Ou seja, o trabalho humano é utilizado nos momentos em que existe a necessidade de ter pessoas qualificadas para realizar a proteção, seja para verificar as imagens das câmeras ou ir até o lugar fazer algum tipo de vigia ostensiva. Desse modo, você mantém o melhor dos dois mundos trabalhando de maneira integrada.

Qual a importância da segurança eletrônica?

Vamos pensar em um edifício que tenha portaria 24 horas. Tempos atrás era preciso que o porteiro tivesse contato direto com a pessoa que estava tentando adentrar o prédio, fosse para visitar um amigo, entregar algum produto ou, simplesmente abrir o local para que os moradores que esqueceram a chave pudessem subir em seu apartamento.

Atualmente isso não é mais necessário, visto que existem variados aparelhos eletrônicos que são capazes de realizar o reconhecimento facial daqueles que desejam entrar no lugar. Além disso, o porteiro pode conversar com o indivíduo à distância, por meio de câmeras e microfones.

Portanto, investir em equipamentos para nossa proteção nunca é demais, pelo contrário, faz-se necessário diante de um cenário em que a integridade física precisa ser posta em risco constantemente.

Quais são os equipamentos mais utilizados para a segurança eletrônica?

Para a segurança eletrônica acontecer de maneira positiva, é necessário escolher os equipamentos corretos. À vista disso, como é uma área que está em plena expansão, os preços variam bastante.

Sendo assim, é necessário que você opte por aquele que se encaixe melhor com seu perfil e demanda de segurança. Conheça agora algumas das ferramentas mais usadas:

Câmeras de Segurança

Clássicas, as câmeras de segurança são os olhos de quem as adquire para proteger sua moradia ou empresa, já que elas capturam toda e qualquer movimentação que ocorre no espaço. Atualmente, existem opções bem elaboradas que conseguem até mesmo gravar ondas de calor, o que facilita o momento de análise das imagens.

Controles de Acesso

Quer saber quem entra e quem sai de um determinado lugar? Então as tecnologias de controle de acesso são as mais recomendadas para você. Escolha por biometria, reconhecimento facial ou por voz, senhas ou cartões e saiba que seu ambiente vai estar muito bem fiscalizado.

Sistema de Alarme

Os alarmes são utilizados há bastante tempo, porém hoje em dia a inteligência desses aparatos estão muito mais avançadas do que há tempos. Por meio deles é possível identificar atos estranhos, como o movimento de algo em um espaço que era para estar vazio.

Sensores de Presença

Muito utilizados em lojas, os sensores de presença “avisam” que uma pessoa entrou no local por meio de alertas sonoros ou visuais. Além disso, é bastante comum encontrá-los em portas para que o dono do local ou responsável seja notificado quando elas estiverem sendo abertas ou fechadas.

Quais são os benefícios da segurança eletrônica?

Como dito antes, investir em segurança eletrônica deve ser uma prioridade se você deseja dispor de proteção em sua rotina, seja na vida pessoal ou no trabalho. Por isso, ao adquirir produtos voltados para essa prática agrega inúmeros benefícios, como:

  • Ambiente seguro 24 horas por dia;
  • Notificações de possíveis perigos em tempo real;
  • Acionamento da polícia ou empresa de segurança;
  • Acesso a imagens gravadas.

Essas vantagens são importantes para quem preza pela segurança e quer levar uma vida mais tranquila sem se preocupar com crimes, ataques ou danos patrimoniais. É por isso que quase todos os condomínios, sejam eles horizontais ou verticais, dispõem de materiais como os citados a pouco.

Assim, por que perder tempo e deixar sua casa desprotegida? Aposte nos acessórios de segurança eletrônica e tenha a praticidade de ir e vir sem medo. Além do mais, as casas inteligentes estão em plena expansão, não só ligada à parte de automatização voltada ao lazer e entretenimento, mas também a ações que dizem respeito à proteção.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a segurança eletrônica? Então compartilhe o conteúdo com seus amigos nas redes sociais e deixe-os por dentro do assunto também!

Continue nos acompanhando para não perder nenhuma novidade sobre o universo tecnológico e até o próximo post!

Segurança eletrônica: 6 estratégias de marketing de serviços

Como todo nicho de mercado, a área da segurança eletrônica tem seus próprios desafios a superar quando falamos sobre como conquistar um cliente! Quem já é experiente na venda de projetos de segurança sabe que é preciso inovar constantemente nas estratégias de marketing de serviços para convencer o possível comprador de que o investimento no seu serviço vale a pena.

Que tal combinar a sua atual tática de vendas com estratégias eficazes de marketing para gerar valor ao seu cliente, ter sucesso na finalização da compra e fidelizar a nova clientela conquistada? Se a ideia é interessante para você, continue a leitura e aproveite as dicas especiais que o blog da ibyte trouxe especialmente para você, empreendedor! Confira:

Como conquistar clientes para sua empresa de segurança eletrônica?

A resposta não é tão simples quanto gostaríamos, mas podemos entendê-la com a ajuda de indicações certeiras que miram na geração de valor ao cliente. Isso quer dizer que há vários fatores que influenciam na hora de convencer uma pessoa que a compra será um bom negócio para ela.

Logo, é preciso unir seu poder de persuasão com tarefas que visam mostrar o posicionamento da empresa no mercado, a qualidade dos seus produtos, a agilidade no serviço prestado e apresentar a transparência que guia o modo de atuação da sua organização. Para isso, é preciso:

1) Compreender as demandas do cliente

A conquista do cliente se torna um processo mais fácil quando sabemos de onde começar: as dores do cliente. Podemos concordar que segurança eletrônica não é um assunto pelo qual todo mundo está interessado e/ou precisa se preocupar cotidianamente. Assim, você passa a identificar melhor quem é o seu público-alvo e quais são as necessidades que ele sente antes de buscar pelo seu serviço.

Um escritório de contabilidade, por exemplo, tem uma necessidade bem diferente de uma loja de joias. Assim como equipamentos de segurança residencial não são os mais indicados para o projeto de segurança de uma escola. Com isto em mente, passamos a enxergar a importância de um atendimento personalizado.

Uma vez levantados os perfis do seu público-alvo (sim, pode haver mais de um!), é importante que o empreendedor liste esses consumidores em potencial e paute toda a sua abordagem em cima desse material. Você pode determinar que tipo de linguagem será usada em todo o processo de venda e quais canais são melhores para chegar até o seu cliente, por exemplo.

2) Encontrar o diferencial da sua empresa de segurança eletrônica

Dizer que o mercado ser competitivo não figura como uma informação nova, não é mesmo? Por isso é vital apostar na criatividade e inovação quando se tem a intenção de alcançar o sucesso com seu empreendimento e se tornar referência.

Pois saiba que o elemento especial na sua empresa de segurança pode ser desde a forma de atendimento, como a rapidez e personalização do processo até a oferta de tecnologias que acabam de ser lançadas no mercado internacional.

3) Apresente várias opções de projeto de segurança

Preparação é um fator de alta relevância se listarmos as características de uma empresa que preza pelo profissionalismo e eficiência. Quando se trata da área da segurança eletrônica, então, é essencial ter condições para montar projetos especializados de acordo com o tipo dos ativos que a contratante possui, o volume médio de pessoas circulando no local e o tamanho do lugar que será incluído no projeto.

Lembre-se de mostrar ao cliente os principais critérios que te levaram a elaborar uma proposta usando certo tipo de tecnologia para que ele entenda que a sua empresa tem a opção de melhor custo benefício.

4) Dê visibilidade à marca da sua empresa

O empreendedorismo é um ótimo treino para encontrar oportunidades. Ao montar boas estratégias de marketing de serviços, você exercita o olhar para situações cotidianas que são ideais para se tornar conhecido, contribuindo para a conquista de um espaço no seu nicho de atuação! Para você entender melhor, podemos exemplificar:

  • Participação em feiras e exposições: eventos voltados a empresas e consumidores finais são excelentes para exibir as suas soluções em segurança eletrônica, criar uma relação de proximidade com seu público e expandir o networking;
  • Instalação de placas com a logo da sua empresa: peça permissão ao seu cliente e coloque uma placa com a marca e o contato da sua empresa quando finalizar a prestação de serviço no local;
  • Presença nas redes sociais: divulgue seus serviços e facilite a busca por mais informações sobre a sua empresa na internet.

5) Busque entender mais sobre marketing de conteúdo

A pesquisa na internet é o primeiro passo que a maioria das pessoas realiza ao procurar informações sobre qualquer tipo de produto ou serviço de que necessitam. Atenção: transforme esta situação no gatilho para atrair novos clientes, não tenha medo de apostar no marketing de conteúdo!

Crie conteúdos atualizados e que respondam às principais dúvidas da sua clientela em potencial por meio de artigos e diversos outros materiais. Assim, você atrai visitantes para o seu site, posiciona-se como especialista em sistemas de vigilância e conquista mais clientes para a sua empresa.

6) Faça consultorias gratuitas

Continuando a ideia de atrair o consumidor por meio de informações relevantes e especializadas, a oferta de consultoria gratuita é uma boa tática para mostrar ao cliente como a sua empresa atua e é a solução perfeita para ele. Ao se apresentar disponível para sanar dúvidas por meio de vídeos, e-book, chats e blog, você encanta o consumidor e se aproxima automaticamente de fechar a compra.

Outra dica interessante é manter a personalização do atendimento durante todo o processo de compra e execução do serviço para manter o cliente satisfeito. Desse modo, a pessoa se sentirá acolhida por uma assistência de qualidade. E, com certeza, ela indicará seu empreendimento aos amigos e familiares, o que é uma ótima estratégia do marketing boca a boca.

Percebe como os diferentes tipos de marketing são complementares e podem te ajudar a conquistar e fidelizar um cliente? A interação de várias estratégias elevam o nível de atuação da sua equipe de vendas e proporcionam resultados de qualidade para a sustentabilidade do seu negócio!

Gostou do conteúdo? Aprenda a otimizar a sua gestão empresarial e a destacar a sua empresa de segurança eletrônica com os posts do blog da ibyte! Continue seu aprendizado e leia o post “Guia de planejamento financeiro: aprenda como controlar as finanças e encontre a solução para o seu negócio!“.

Nos vemos por lá!

Shopping Basket